Informações e notícias sobre Rankings. Os melhores, piores, maiores e menores do Brasil e do mundo você encontra no nosso blog.

5 de dezembro de 2008

Qual a diferença entre o Guns n’ Roses e o AC/DC?

Saiu finalmente! Depois de 15 anos de espera e após passar por 14 estúdios diferentes, o mais aguardado disco da história do rock n’ roll está prontinho nas lojas. “Chinese Democracy”, o novo do Guns n’ Roses, saiu um pouquinho depois do também muito aguardado “Black Ice”, o novo do AC/DC. Ambos são grupos de hard rock, cantam em inglês, têm dezenas de sucessos, centenas de shows históricos, milhares de fãs... Enfim, números não faltam. Mas, afinal, qual a diferença entre os dois discos? E ainda mais: qual a diferença entre as duas bandas hoje?

Bom, o “Black Ice” é um disco muito bom. Ótimos riffs, solos marcantes, musicas com pegada. E o “Chinese Democracy”... também! (que coisa mais Chaves... “O gato ou o Kiko?”). O que marca no “Black Ice”? Essa é fácil. O AC/DC são os mesmos de 10, 15, 20 anos atrás! As musicas tem o mesmo jeitão dos grandes sucessos, tipo “Highway to Hell”, “Hell’s Bells” ou “Back In Black”. A banda não mudou nada. Já o “Chinese Democracy” não parou no tempo. É praticamente um disco de rock industrial, com muitos efeitos de guitarra, batidas eletrônicas, e tudo mais. O Guns não é o mesmo dos anos 90. Ele evoluiu, mudou, acompanhou as tendências. Também pudera: da formação clássica, só sobrou o Axl Rose.

Mas é aí que ta. O AC/DC não mudou, certo? Mas... Não era isso que os seus fãs queriam? Afinal, desde quando os fiéis fãs da banda pediram para eles mudarem o estilo? Eles gostam de AC/DC, o clássico, o único, aquele que quando você ouve o primeiro acorde, já sabe de quem se trata. E o Guns, hein? Mudou. Evoluiu. Acompanhou as tendências. Não é mais Guns n’ Roses. Não é que o Slash faça falta, porque esse “novo” Guns não iria se encaixar no estilo dele. O fato é que a banda que gravou “Chinese Democracy” pode ser chamada por qualquer nome (inclusive de “banda de apoio do Axl”), menos de Guns n’ Roses. Perdeu a identidade.

Fico feliz pelo AC/DC, que continua com seu som característico, porque é isso que os fãs (como eu) estão afim de ouvir. Mas fico triste pelo Guns n’ Roses ter mudado e desapontado alguns fãs de longa data (como eu [2]). O Axl ainda canta uma barbaridade, os solos do novo guitarrista Bumblefoot são ótimos, e o disco ta incrível de tão bom. Mas é outra coisa, não é Guns. Não é o que muitos esperavam. O Axl ficou 15 anos pra lançar o disco porque estava em uma disputa judicial pra poder usar o nome “Guns n’ Roses”. Tudo isso só pra lançar um disco que definitivamente não é Guns n’ Roses! Essa foi uma maneira de ganhar os fãs de hoje com as batidas eletrônicas, e fazer os fãs de ontem comprar o disco. O importante são as vendas, e o rock que se dane. É a prova de que nem sempre evoluir é sinônimo de melhorar.

P.S.: a empresa americana de refrigerante Dr Pepper disse que daria uma lata de refri pra cada cidadão americano, caso o "Chinese Democracy" saísse esse ano. Se você vai para os EUA até o fim do ano, imprima seu "vale-refri" no site da empresa!

P.S. 2: o disco "Chinese Democracy" foi proibido pelo governo da China. Nem os buscadores de lá (tipo Google) encontram algum resultado quando alguém digita o nome do álbum. Nenhuma loja de CD's em território chinês tem cópias para venda. Porém, é possível ouvir o disco inteiro no MySpace da banda.

6 comentários:

Fer Suguiama disse...

Convenhamos que fazer mudanças radicais num determinado som é algo para poucos, pois exige coragem e vontade de arriscar. Convenhamos também que, para algo ser realmente marcante, é bom que tenha a mesma forma, pra marcar de um só jeito, e não com um leque de possibilidades. Agora, sem convir com nada, ambas as bandas têm seu mérito! O Guns não vai deixar de ser o que foi por causa de uma 'democracia chinesa' diferente. Apenas não vai ser agora o que era no passado... Já AC/DC, oras... Não é difícil criar algo 'novo' se já se tem uma base [e, quem sabe, até a própria cobertura] prontamente ao longo do currículo... Enfim! Talvez a única coisa que Guns se iguale a AC/DC é estarem (quem sabe, lado a lado) nas listas de sons favoritos de muitos rockeiros pelo mundo afora. Sejam eles caretões ou inovadores.

Excelente post! E eu quero um refri!

muthafucka disse...

Eu não gosto de nenhuma das bandas... então não faz diferença nenhuma pra mim! :P

Bom mesmo tá o Death Magnetic do Metallica, e olhe que eu nem sô muito chegado! Coisa nova com qualidade. Mostra que uma banda só precisa de parcerias certas e originalidade mesmo.

O AC NÃO é original. É a mesma coisa chata de sempre... e o Guns nem é mais Guns, nem é mais uma banda...

Anônimo disse...

Muito bem colocado. Concordo q o disco novo do AC/DC não foi toda aquela utopia que eu imaginava, mas ficou muito bom (meio suspeito vindo de um completo fã deles). Agora, os comentários do novo cd do Guns são decepcionantes, vários amigos rockeiros meteram a boca neles também pelos "tuch tuch's". A música de hoje não é a mesma, infelizmente, mas enquanto houverem os clássicos o rock não morre, né?
Quero um Dr. Pepper! o/

♪♫♪ Cørrea ♪♫♪

S disse...

Felicidade fraudulenta da arte afirmtiva.









Ambas as bandas continuam chatas =P

Nacir Sales disse...

Amanhã tem H.R. em DOMIGO É DIA DE BLOG, o post semanal do Dr. Negociação.

Anônimo disse...

Cara, p/ começar a conversa, querer comparar guns n roses com ac/dc não tem cabimento, o guns nunca terá o nível do AC/DC , e outra, o ac/dc não ficou moderninho p/ agradar a mídia ou ganhar mais dinheiro, gosto do guns , mas já foi uma boa banda , agora só restou o ego deste fdp ! Para com isso, dizer que o guns "evoluiu "???????? ta louco . Compre logo um par de toca discos !!!!

Related Posts with Thumbnails