Informações e notícias sobre Rankings. Os melhores, piores, maiores e menores do Brasil e do mundo você encontra no nosso blog.

17 de janeiro de 2009

Por dentro da Band – A Estrutura da Casa de Verão (Parte 1/5)

Olá visitantes do H&R. Começo a postagem comunicando vocês que ficaremos sem rankings por algumas semanas. O motivo é nobre. Inicia-se hoje uma série de reportagens no qual vocês poderão conhecer como funciona um canal de Televisão, suas etapas para o processo de produção e como pensam os profissionais que trabalham para transmitir informações para milhares de pessoas.

Através de alguns contatos, um pouco de sorte e receptividade, conseguimos vasculhar os bastidores da Rede Bandeirantes do Rio Grande do Sul, ou simplesmente Band-RS. Essa série será dividida em cinco partes. Hoje mostrarei para vocês como é estrutura da Casa de Praia da Band em Torres.

Como no Litoral do Rio Grande do Sul nenhuma das grandes redes comunicação do estado (RBS, Record, Band e Pampa) tem afiliados, no período de Verão é tradição no Rio Grande do Sul serem montados estúdios avançados para melhor transmitir as notícias do Litoral para Porto Alegre e para o resto do estado.
Há cinco anos a Band-RS tem a casa de verão na praia. O evento é o 2° maior em termos de faturamento (perde apenas para o Miss Rio Grande do Sul) e o maior em termos de tempo de utilização e tamanho estrutural. “O projeto começou em 2003, época da profissionalização na Band do estado. Começamos em Tramandaí, fomos para Xangri-lá e há 2 anos montamos a casa de verão em Torres”, afirma Carlos Totti, gerente de eventos do grupo e responsável pelo projeto em Torres.

Totti explica como acontece todo o planejamento e o processo de construção do estúdio. “A Band de São Paulo envia a afiliada de Porto Alegre o valor total que deve ser gasto no projeto. Depois disso, a gerência e a diretoria da rede aprovam o que deve ser gasto em cada item. Muitas pessoas participam do processo. Enquanto o departamento comercial mostra o projeto em busca de apoio, o departamento de eventos faz a parte prática. Meu objetivo é entregar o projeto no tempo certo e com o menor gasto possível”, diz o gerente de eventos da Band.

Na casa de verão são geradas reportagens para TV e rádio. O jornal de Verão (de segunda a sexta-feira às 13:00 horas) e alguns programas da rádio Bandeirantes e da rádio Ipanema são transmitido diretamente do link no litoral. Em alguns Sábados do verão, o Band Cidade (principal telejornal da Band-RS) também está na cidade de Torres, com toda equipe de produção, repórteres e âncoras.

Na casa há um estúdio de Rádio e outro de TV, uma mini-redação, onde são planejadas e executadas as matérias e uma suíte máster. Suíte máster para quem não conhece é o local onde as imagens e áudios são geradas (enviadas) para Porto Alegre para serem editadas. Em média são feitas três reportagens por dia no Litoral gaúcho.

PS: Carlos Totti, gerente de eventos da rede Bandeirantes tem um blog. O endereço é http://sem-ensaio.blogspot.com/. Confiram. Agradeço a toda equipe de produção e de jornalismo da Band-RS pela oportunidade, em especial à repórter Fernanda Farias.

Semana que vem: Na segunda parte de Por dentro da Band, converso com Fábio Canatta, coordenador de jornalismo da TV bandeirantes do Rio Grande do Sul. Em cinco respostas, Canatta ajuda nos mostrar como é a cara do jornalismo de uma das maiores empresas de comunicação do estado. Não percam. YOSHI!

Um comentário:

Guilherme Freitas disse...

Legal essa matéria com a Band-RS. Uma vez visitei a Band aqui em São Paulo, passando pela Band News, Band Sports e Rádio Bandeirantes. Com certeza manter e fazer um canal de TV não é fácil. Abraços.

Related Posts with Thumbnails